quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013


Adolescente de 14 anos é apreendido suspeito de matar entregador

Redação Web

Vítima apresentava lesão a faca na barriga

Um adolescente de 14 anos foi apreendido suspeito de matar  um homem que trabalhava como entregador. O corpo da vítima foi encontrado às 7h da manhã da última quarta-feira (27), no município de Cruz, a 258 km de Fortaleza.
A Polícia encontrou o corpo de Marcelo Nascimento Filho, de 20 anos, na Rua Vicente Justos, bairro Lama. A vítima apresentava uma lesão a faca na barriga e foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML).
Depois de realizarem diligências, os policiais encontraram o adolescente W.D.N. e  o encaminharam  à delegacia local para os procedimentos cabíveis.

Funcionário de banco e família são mantidos reféns em Itaitinga

Redação Web

Vítima foi obrigada a retirar dinheiro da agência - atualizada às 12h

Um funcionário do Banco do Brasil do município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi mantido refém por 5 homens quando chegava em casa junto com os 2 filhos e a esposa durante a manhã desta quinta-feira (28).
O banco permaneceu fechado após a ação do grupo. Foto: Fernando Barbosa
A vítima foi levada ao banco pelos bandidos que esperaram o gerente geral chegar. O grupo levou o dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos. Ainda não há notícias sobre a quantia exata levada, segundo informações da Polícia Civil.
O HD de computador com a gravação das imagens também foi levado pelo grupo. A Polícia de Itaitinga realizou diligências e o caso será investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos e Coordenadoria de Inteligência. .
Com informações do repórter Fernando Barbos

Ofensiva ao tráfico prende 21 no CE


COMBATE ÀS DROGAS
Por determinação da SSPDS, foram feitas operações simultâneas em Aracati e Beberibe. As ações vão continuar
Vinte e uma pessoas foram presas e uma grande quantidade de drogas, armas e munição, dinheiro, telefones celulares e artefatos do tráfico, como prensas hidráulicas e material de embalagem apreendidos, além da desarticulação de um laboratório de produção de crack.

Balanças de precisão, telefones celulares, armas, munição e até máscaras carnavalescas foram apreendidos durante a operação policial em Beberibe, no litoral Leste do Estado. Catorze pessoas acabaram sendo detidas fotos: Viviane Pinheiro

Este foi o resultado de uma ofensiva desencadeada em todo o Estado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através das polícias Civil e Militar e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) no combate ao tráfico de drogas em todo o Ceará. Somente ontem, foram concluídas duas operações realizadas, simultaneamente, em dois Municípios do litoral Leste, Beberibe e Aracati.

Em Beberibe (83Km de Fortaleza), a operação foi desencadeada por policiais civis da delegacia local, da Narcóticos (Denarc), e agentes da Coin, resultando na descoberta de um laboratório de refino de cocaína e crack, na localidade de Pirangi.

Cinco adultos foram presos e dois adolescentes apreendidos. Lá, em várias casas, os policiais encontraram materiais utilizados no refino das drogas.

Delegado municipal de Polícia Civil de Beberibe, Ednaldo do Vale, apresentou, ontem, o resultado da operação realizada naquela cidade. Um laboratório para a produção de entorpecentes foi descoberto durante as diligências na zona rural

Entre o material está uma prensa hidráulica, que estava enterrada no terreiro de uma das casas existentes no sítio, que pertence a Vicente Antônio de Freitas Filho, apontado como o chefe da organização criminosa. Ele permanece foragido. O delegado Ednaldo do Vale, titular da Delegacia Municipal de Beberibe, disse que o desmantelamento da quadrilha começou com a prisão de José Jardeson Fernandes da Fonseca, 23, mais conhecido pelo apelido de "Zig", que responde a processos por receptação e porte ilegal de arma. Com ele, foram apreendidos 128 gramas de crack e o veículo Polo de placas HYO-1027. Romário Bandeira Borges, 23; e Selenias Santos de Almeida, 36, estavam na companhia de "Zig" e também receberam voz de prisão. Ednaldo do Vale manteve contato com o delegado geral da Polícia Civil, Luiz Carlos Dantas, que determinou a intensificação das investigações.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel PM Francisco José Bezerra enviou agentes da Coin àquela cidade.

Em Aracati, armas de grosso calibre, como uma escopeta, foram encontradas durante o cerco da Polícia em Canoa Quebrada. No fim da varredura, oito pessoas foram presas e cumpridos vários mandados de busca e apreensão FOTO: MARA RODRIGUES
Laboratório
A prisão de "Zig" chamou a atenção das autoridades policiais por se tratar de uma pessoa considerada um bandido de alta periculosidade. Ele acabou dizendo que migrou da receptação para o tráfico porque pegava os "produtos" direto do laboratório. A prensa hidráulica enterrada.

A maior parte do material foi retirada do sítio, depois que os bandidos souberam da prisão de "Zig". Os policiais ainda apreenderam duas balanças de precisão, um quilo de pasta base de cocaína, 80 gramas de crack, 180 gramas de cocaína em pó e 9 quilos de mineirita, substância usada na mistura com a cocaína.

14 detidos em Canoa Quebrada
Em Aracati (148Km de Fortaleza), a operação aconteceu em cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão na Praia de Canoa Quebrada. O cerco policial começou de madrugada sob comando do delegado Andrade Júnior, diretor da Coordenadoria de Operações Policiais (Copol), da SSPDS, com o apoio de equipes do Batalhão de Choque, 1º BPM (Russas) e delegacia de Polícia Civil de Aracati.

De acordo com o delegado Thársio Facó, o objetivo foi combater o tráfico, porte ilegal de armas, além de homicídios.

Entre as pessoas presas estão Francisca Ione da Silva, Lúcio Ferreira de Jesus, o ´Baladeira´ , Ednardo Pereira Barreto, Paulo Roberto Pereira da Silva, Caio César Ferreira Rodrigues, o ´Caio da Irene´; Antônio Ferreira de Araújo, Francisco Herbert da Silva, Marcos Lima de Castro e Andréia Félix de Sousa (Colaborou, Mara Rodrigues).

FERNANDO RIBEIRO/FERNANDO BARBOSAEDITOR DE POLÍCIA/REPÓRTER

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Padre é flagrado fazendo sexo na casa paroquial e será indiciado por estupro de menina de sete anos

Padre também era padrinho da vítima
Padre também era padrinho da vítima Foto: Reprodução

Rafael Soares e Andrea Machado

Não é só no Vaticano que a Igreja Católica vive às voltas com denúncias de escândalos sexuais. Em Niterói, a Polícia Civil vai indiciar um padre por estupro de vulnerável. Ele teria abusado de uma menina, hoje com 10 anos, quando ela ainda tinha 7 anos. Mas não foi só: de acordo com depoimentos prestados na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói, Emilson Soares Corrêa também manteve relações sexuais com outra menor, sua afilhada e irmã da outra vítima, desde quando ela tinha 13 anos.
Emilson, de 56 anos, era o responsável pela paróquia da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, no bairro do Cubango. Uma das vítimas era coroinha da igreja e foi batizada, aos 13 anos, pelo padre, que também foi o padrinho de batismo. A partir do batizado, "O padre passou a aliciá-la e tocá-la em suas partes íntimas em troca de presentes como sorvetes, chocolates e passeios", conforme relatou a vítima, hoje com 19 anos, à polícia.
O EXTRA teve acesso a um vídeo, feito pela vítima, que mostra Emilson fazendo sexo com uma adolescente em plena casa paroquial. Segundo a vítima, que armou a situação para denunciar o padre, a garota teria 15 anos.
A denúncia foi levada à delegacia pelo pai das meninas. Segundo ele, foi sua ex-mulher que flagrou a filha mais velha discutindo com o padre. Na ocasião, ela revelou à mãe que se relacionava sexualmente com o padrinho.
- Quando soube que minha filha mais velha estava sendo abusada, perguntei à mais nova se havia ocorrido algo com ela. Ela disse que durante um passeio a um sítio, quando tinha sete anos, o padre tocou em sua partes íntimas - contou ele.
Envolvimento emocional
Em petição enviada à delegacia, Emilson confessa ter mantido relações sexuais com a mais velha das duas irmãs, mas só a partir de quando ela completou 18 anos. Segundo o texto, ele "se sentiu envolvido emocionalmente" com a menina.
A delegada Marta Dominguez, que abriu o inquérito, explica que a denúncia só leva em consideração o estupro da irmã mais nova. Segundo ela, o caso da outra menina não se enquadra no crime: a vítima já tem mais de 14 anos, e não ficou provado que houve ameaça.

Sacerdote é suspenso pela Arquidiocese
Diante da denúncia, a Arquidiocese de Niterói informa que decidiu pela "suspensão temporária do sacerdote". Atualmente, o padre não é responsável por nenhuma paróquia. O órgão também alegou, em nota, que a acusação está sendo investigada e que "o próprio sacerdote levou a denúncia ao conhecimento do Ministério Público, para que apure a veracidade ou não da mesma".
A delegada Marta Dominguez disse que só aguarda um depoimento do pai das vítimas para encerrar o inquérito. O padre foi procurado em quatro números de telefone - inclusive aqueles citados em seu depoimento - mas não foi encontrado.

‘Pode haver estupro, mesmo sem sexo’, diz delegada Marta Dominguez
Qual denúncia será oferecida ao Ministério Público?
Ainda falta fechar o inquérito. Quero ouvir o pai das vítimas mais uma vez. Mas, em relação à irmã mais nova, houve estupro de vulnerável. No caso da mais velha, não é possível enquadrá-lo no crime.
Por quê?
Não há nenhuma prova que o padre tenha ameaçado ou violentado ela. Sem contar que ela afirma, em depoimento, ter filmado o padre fazendo sexo com ela quando já tinha mais de 18 anos.
O padre compareceu à delegacia para depôr?
Ele não depôs, mas no dia 12 de dezembro enviou uma petição confessando que havia feito sexo com a irmã mais velha, mas só quando ela já era maior, depois de 2012.
Ele pode ter feito sexo com a irmã mais nova?
Ela fez exame de corpo de delito e, no resultado, comprovou-se que ela ainda é virgem. Mas o relato da menina, em que ela afirma que o padre tocou em suas partes íntimas, já basta para a concretização do crime.

O flagrante
O pai das vítimas, em depoimento, diz que armou com a filha o flagrante do padre: ele afirma que "determinou que sua filha mantivesse relação sexual com o acusado e filmasse com o telefone celular".

A filmagem
No vídeo, filmado pela vítima, já com 19 anos, uma menina faz sexo com o padre na casa paroquial, nos fundos da igreja. Ao fundo, é possível ver uma reprodução da Santa Ceia. Segundo o denunciante, a menina que aparece no vídeo teria 15 anos.
A confissão
O pai das duas vítimas afirmou, em depoimento, que, no dia 22 de novembro do ano passado, chamou o padre em sua casa e, exigindo explicações, mostrou o vídeo. Ele relata que, na ocasião, o padre pediu perdão.

Na Arquidiocese
Em seu depoimento à polícia, o pai das vítimas também conta que levou o vídeo ao arcebispo de Niterói, Dom José Francisco Rezende Dias para que fossem tomadas providências em relação ao caso. Segundo o relato, o arcebispo estava acompanhado de dois advogados na ocasião. No final do diálogo, na saída da Arquidiocese, o pai afirma que "percebeu que estava sendo seguido por dois homens que se encontravam no local".

No Vaticano
Segundo o jornal italiano "La Repubblica", o Papa Bento XVI, que já anunciou sua renúncia para o mês de março, teria decido deixar a Igreja depois de receber um dossiê de mais de 300 páginas com detalhes de práticas de corrupção, promiscuidade e o mapeamento de uma rede de prostituição homossexual dentro do Vaticano.

VatiLeaks
Em janeiro de 2012, partes do documento já haviam sido roubados no episódio conhecido como VatiLeaks. A expressão é uma comparação com o fenômeno Wikileaks.

Fonte: G1

Acusada de fazer sexo na praia no RJ diz que mudará filhos de escola


Segundo dona de casa, diretora disse que ela 'merecia uma surra'.
Vídeo mostra casal se agarrando no mar de Rio das Ostras.
Cristina Indio do BrasilDo G1 Rio
Circula desde quinta-feira (21), na internet, um vídeo (assista no YouTube) em que um casal aparece se agarrando dentro do mar de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, sem se importar. Os banhistas, incluindo crianças, ficaram chocados. Gravado durante o carnaval, tem como um dos protagonistas a dona de casa Wanderlea dos Santos, de 41 anos, que jura não ter feito sexo dentro da água, mas viu sua vida se transformar depois da divulação das imagens. Mãe de dois filhos, ela disse que terá que trocar os gêmeos de 9 anos da escola porque até a diretora estaria contra ela.
"A própria diretora disse que eu merecia uma surra. Quem levou eles para a escola foi minha irmã porque eu não estou saindo na rua", contou, em entrevista ao G1, na casa onde mora há 41 anos no Vale do Ipê, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.
"Estão dizendo que eu pratiquei sexo. Eu não pratiquei. Eu não sou esta pessoa que estão falando", disse a mulher, que na ocasião foi levada, ao lado do parceiro, identificado como  Leonardo, de 27 anos, para a delegacia. Ela e o auxiliar de serviços gerais teriam se conhecido horas antes de entrarem no mar.
Os dois foram autuados por atentado ao pudor e agora Wanderlea busca alguém que possa defendê-la no caso. "Tudo que eu queria agora era me defender. Não tenho dinheiro para pagar um advogado e a Defensoria Publica é difícil", afirmou. "Eu me arrependo amargamente. Se eu pudesse voltar atrás, nem lá eu teria ido. Um dia antes eu disse que não queria ir para essa viagem. Deus sempre me avisa quando uma coisa vai acontecer comigo."
'Humilhação'
A dona de casa disse ainda que os filhos estão estranhando o movimento da casa e ficam com medo de ela aparecer novamente nos jornais. Conta também que, desde a divulgação do vídeo, emagreceu 3 quilos porque não tem vontade de comer e só consegue dormir sob efeito de remédios. "Quer saber? É muita humilhação. Muita humilhação. Não estou podendo sair mais na rua, já não como, não estou dormindo."
A vida de Wanderlea se transformou depois do vídeo de Rio das Ostras (Foto: Cristina Indio do Brasil/ G1)Vida de Wanderlea se transformou depois do vídeo de Rio das Ostras (Foto: Cristina Indio do Brasil/ G1)
O maior desejo dela, agora, é que terminem os comentários que têm sido divulgados na internet. "Me chamam de vagabunda. Usam palavrões. É muito pesado. Para quem está de fora é fácil. Para quem está passando, é muito difícil. Estou sendo julgada e condenada por um ato que tem os movimentos na água, não vou dizer que foi uma carícia, mas praticar sexo, não pratiquei", explicou.
A madrasta de Wanderlea, Marília, de 57 anos, disse que também sofre com a situação. "Estou passando mal. Ela é como se fosse minha filha. Amo essas crianças. Tenho depressão e piorei com isso", disse. "Ela errou. Errou. Mas quem neste mundo nunca errou? Quem está sofrendo são as crianças", afirmou, chorando, e contando que o pai, Antônio, e a irmã, Maria do Socorro, também tiveram problemas de pressão devido ao episódio.
Vizinhança dividida
O caso divide a vizinhança. Enquanto na rua sem calçamento em que vive, segundo ela e madastra, alguns moradores condenam, em outras ruas próximas comerciantes disseram aoG1 que não se pode crucificar Wanderlea. "Ela não é a primeira e nem vai ser a última. São momentos de fraqueza. As pessoas que estão crucificando têm que entender que existe a familia. Não devemos virar as costas para ela", disse a comerciante que preferiu não dizer seu nome.
Wanderlea afirmou que, embora a vida no Vale do Ipê esteja difícil, não pensa em mudar. "Não adianta eu fugir daqui. Está tudo publicado na internet."

Dupla leva R$ 10 mil em saidinha bancária na Capital


Redação Web

Até o momento, ninguém foi preso

Dois homens armados levaram R$ 10 mil durante uma saidinha bancária nesta segunda-feira (25). A ação ocorreu próximo ao Mercado São Sebastião, em Fortaleza.
De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), a vítima foi abordada por dois homens em uma motocicleta após sacar a quantia em uma agência do Bradesco, no bairro Otavio Bonfim. 
A Polícia foi acionada, mas, até o momento, ninguém foi preso. 

Detido o suspeito de tocar fogo em cadáver no velório


BARRA DO CEARÁ
Um adolescente foi apreendido, no começo da tarde de ontem, na comunidade do Gueto, na Barra do Ceará (zona Oeste de Fortaleza). O garoto é acusado de ter invadido a residência dos familiares de outro menor, identificado como Josué Menezes de Sousa, o ´Jojó´, e ateado fogo no corpo dele.

Na manhã de ontem, a PM voltou a ocupar as comunidades do Gueto e ´Sete Prédios, na Barra do Ceará. A busca a outros suspeitos continua FOTO: ALEX COSTA

O fato ocorreu na noite de sábado passado, no condomínio conhecido por Sete Prédios, também naquele bairro. Segundo a Polícia, a violência ali tem como motivo uma ´guerra´ pelo domínio do tráfico entre bandidos do Gueto e do Sete Prédios.

Segundo o comandante do 5ºBPM, tenente-coronel Francisco Souto, outros dois envolvidos no crime de vilipêndio de cadáver são conhecidos por Denilson e ´Cérebro´, que estão foragidos.

Operação
Na manhã de ontem, diversas patrulhas do Batalhão de Polícia de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Ronda do Quarteirão, além da 3ª Companhia do 5ºBPM (Pirambu), realizaram uma varredura nas duas comunidades, entretanto as atenções maiores é para o Gueto, onde estariam escondidos os assassinos de ´Jojó´ e os homens que atearam fogo no corpo dele.

Souto salientou que o comandante geral da Polícia Militar, coronel Werisleik Matias, determinou a intensificação das ações de ocupação policial naquela área, que em pouco tempo se tornou a mais crítica da Capital no que se refere à violência, principalmente em relação aos casos de homicídios motivados pela disputa do controle do tráfico.

O comandante do 5ºBPM assegurou que "a ocupação da PM na Barra do Ceará só terminará quando a ordem pública for restabelecida e os traficantes e homicidas estiverem atrás das grades, dentro do que determina a Lei", Advertiu. O reforço policial será empregado 24 horas.

A morte de ´Jojó´ deu sequência a diversos crimes ocorridos ali no fim de semana. O adolescente foi executado por volta de 18 horas, em um beco próximo da Rua José Caetano.

Cerca de três horas depois, a violência continuou quando um homem, identificado como Adriano Saraiva do Nascimento, foi até o local e vingou a morte de ´Jojó´, matando, a tiro, Ricardo Silva de Souza.

Mas, na fuga após o assassinato, Adriano foi perseguido pelos amigos de Ricardo e acabou linchado, sendo morto a pauladas, pedradas, socos e chutes. 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Adolescente foge de casa após conversar com homem no Facebook


A prima de jovem informou que Larissa teria conhecido o homem nas redes sociais e que ele aparenta ter uma idade já bem avançada

(Foto: Arquivo/ cedido pela família)
(Foto: Arquivo/ cedido pela família)
Larissa Gadelha de Sousa, de 14 anos, está desaparecida desde a manhã da última terça-feira (19), quando saiu de casa dizendo que iria para o colégio no mesmo bairro em que mora no município de Pacajus. Os pais da adolescente suspeitam que Larissa tenha fugido de casa com um homem que conheceu no Facebook e que ele teria a idade para ser seu avô.
A prima da jovem informou que Larissa teria conhecido o homem nas redes sociais e que ele aparenta ter uma idade já bem avançada. Segundo a prima, o homem teria prometido dinheiro, roupas, sapatos e outros objetos pessoais para Larissa fugir de casa e ir morar com ele. De acordo com informações repassadas pela prima de Larissa, o homem se identificava como Daniel de Oliveira, e dizia ser natural da cidade de  Niterói, no Rio de Janeiro, mas que reside em Curitiba no Paraná.
A mãe de Larissa desconfia que, neste momento, a filha esteja emFortaleza tentando tirar o RG e CPF, já que ao sair de casa ela levou sua certidão de nascimento. A família já registrou um boletim de ocorrência na delegacia e Pacajus e pede para quem a localizar, ligar para (85) 8844.9421.

Radialista é assassinado a caminho do trabalho em Jaguaribe

Segundo a polícia, a vítima era conhecida na região e, constantemente, recebia ameaças, por telefone

Um radialista foi assassinado no início da manhã desta sexta-feira (22), em Jaguaribe, a 291 quilômetros de Fortaleza. O crime ocorreu por volta das 8h30. Mafaldo Bezerra Góis trabalhava na rádio FM Rio Jaguaribe.
De acordo com a Delegacia do município, ele estava indo para o trabalho a pé, na BR-116, próximo à Travessa Sinobilino Pinheiro, quando foi surpreendido por dois homens armados. “Foram constatadas cinco perfurações, sendo duas na cabeça”, afirma o policial civil Adolfo Rodrigues de Serpa Neto.
Segundo a polícia, a vítima era conhecida na região e, constantemente, recebia ameaças por telefone. Os acusados fugiram e ainda não foram presos.
Homem é assassinado dentro do Beco da Poeira
O crime ocorreu por volta das 10h, e foi presenciado por muitas pessoas

Um homem foi assassinado na manhã desta sexta-feira (22), dentro do Beco da Poeira, na Avenida Imperador, em Fortaleza.
Muitas pessoas presenciaram o crime (Foto: Thiago Andrade)
Um homem foi assassinado na manhã desta sexta-feira (22), dentro do Beco da Poeira, na Avenida Imperador, em Fortaleza. O crime ocorreu por volta das 10h, e foi testemunhado por muitas pessoas.
De acordo com a polícia, David Sampaio Ripardo, de 27 anos, estava consertando um celular dentro do estabelecimento comercial quando um homem chegou e efetuou os disparos. Foram constatadas, pelo menos,quatro perfurações no corpo da vítima.
A polícia informou que David Sampaio já respondia por cinco homicídios e um assalto, e morava em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com os policiais, a motivação do crime seria acerto de contas. Um suspeito foi detido e encaminhado ao 34º Distrito Policial, no Centro.
Com informações da repórter Franciane Amaral

Florentino Rodrigues é condenado a 24 anos de prisão em regime fechado


Réu do caso Ana Karina recebeu a sentença às 21h50 desta quinta, 21.
O condenado também terá de indenizar a família da vítima em R$ 100 mil.
Do G1 PA
Florentino Rodrigues é condenado a 24 anos de prisão (Foto: Reprodução/TV Liberal)Florentino Rodrigues é condenado a 24 anos de prisão (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Florentino de Sousa Rodrigues recebeu às 21h50 desta quinta-feira (21) a sentença de condenação de 24 anos de prisão em regime fechado pelo juiz Líbio Araújo Moura. Ele também terá de indenizar a família da vítima em R$ 100 mil. O julgamento foi realizado durante todo o dia, no Fórum de Parauapebas, no sudeste do  Pará.
Durante o julgamento, no entanto, Florentino negou ter participado do assassinato da comerciária Ana Karina, ocorrido em maio de 2010, em Parauapebas. O condenado informou ao juiz que apenas havia dado uma carona a Graziela Barros, noiva de Alessandro Camilo e que também é acusada de ter envolvimento com a morte de Ana Karina.
Segundo o condenado, esta carona até Curionópolis, no sudeste do estado, aconteceu dias depois do crime. Ele afirmou que não que sabia que Ana Karina havia sido assassinada, nem que Graziela estaria fugindo da polícia.
Durante as quase 12 horas de julgamento, a promotoria defendeu que Florentino Rodrigues foi o intermediário do crime, e que teria auxiliado Francisco de Assis, acusado de ter matado a jovem, a se livrar do corpo. Os restos mortais de Ana Karina nunca foram encontrados.
Entenda o caso
Florentino Rodrigues foi o primeiro acusado de envolvimento no assassinato de Ana Karina a ser julgado. O júri popular dele foi desmembrado dos outros três acusados, que ainda possuem recursos tramitando na justiça.
Caso Ana Karina, Parauapebas (Foto: Reprodução/TV Liberal)A jovem Ana Karina, assassinada em 2010.
(Foto: Reprodução/TV Liberal)
Ana Karina tinha 29 anos e estava grávida de 9 meses quando, segundo a polícia, foi assassinada no dia 10 de maio de 2010 em Parauapebas. O crime ganhou repercussão na imprensa do estado pela brutalidade como a vítima foi morta.
Depois de assassinada, o corpo de Ana Karina teria sido esquartejado, jogado dentro de um tambor com pedras e jogado no Rio Itacaiunas. Até hoje o corpo da comerciária não foi localizado.

Casal é flagrado fazendo sexo em praia lotada em Rio das Ostras e vídeo cai na web



Um casal desinibido foi flagrado fazendo sexo na praia do Centro da cidade de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, em pleno sábado de carnaval. A polícia local confirmou a história, e informou que os dois foram levados à delegacia por guardas municipais. Eles foram autuados pela exposição em público e liberados em seguida.
Os movimentos do casal na água chamaram a atenção de quem estava na praia, lotada. Um grupo filmou o vai-e-vem da dupla e publicou na internet, nesta quarta-feira. Os dois não se sentiram inibidos nem pela presença das crianças e idosos na praia.
“ O que é isso, gente?! Cabecinha pra trás e tudo!”, comenta uma mulher, chocada com a cena.

Os dois não ficaram constrangidos com a praia cheia
Os dois não ficaram constrangidos com a praia cheia Foto: Reprodução do YouTube

Quando os dois finalmente se desgrudaram, a praia inteira aplaudiu o “espetáculo”. Saindo da água, a mulher foi ao encontro de uma criança que - pasme - estava na companhia do casal.
Em 2006, a apresentadora Daniella Cicarelli foi flagrada na mesma situação constrangedora, só que em um destino bem mais glamouroso - a cidade de Tarifa, na Espanha. Ela foi filmada enquanto fazia sexo com o então namorado, o empresário Tato Malzoni.
As cenas quentes deram o que falar na época, e ainda hoje são referência para qualquer brincadeira nesse sentido. Mas vale dizer que Cicarelli e o empresário foram um pouco mais discretos.





Exame comprova disparos vindos de policial em tiroteio no bairro Ellery

Redação Web 

Dois jovens morreram na ação

O exame balístico, feito pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), comprovou que os disparos que mataram os jovens Ingrid Mayara e Igor Andrade Lima no bairro Ellery, foram efetuados de uma arma pertencente à Polícia Militar do Ceará. A arma estava em posse de um policial do Ronda do Quarteirão.
Caso durante uma festa de Pré-Carnaval Foto: Viviane Pinheiro
Conforme a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o resultado foi encaminhado para a Polícia Civil, Polícia Militar e Controladoria GeraI de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) para auxiliar os inquéritos policiais e procedimentos administrativos disciplinares.

A SSPDS informou que os policiais presentes na ocorrência permanecem afastados da atividade operacional. Conforme o órgão, ao final das investigações, os culpados serão responsabilizados penal e administrativamente.
Tiroteio durante festa de pré-carnaval
O caso ocorreu no dia 26 de janeiro, durante uma festa de pré-carnaval, no bairro Ellery. Ingrid Maiara Oliveira Lima, 19, morreu no local e o jovem Igor Andrade, 16, foi atingido com um tiro na cabeça, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.
O evento terminou por volta de 21 horas, de acordo com informações de moradores, e alguns ´paredões´ de som continuaram ligados na praça. Os barulhos oriundos dos sons dos veículos resultaram em denúncias à Polícia e uma patrulha do Ronda do Quarteirão foi acionada
Por volta de meia-noite, três policiais deram ordem para que os aparelhos automotivos fossem desligados. Ainda segundo testemunhas, pessoas jogaram pedras e proferiram insultos aos policiais, que revidaram com disparos.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

ADOLESCENTE ASSASSINADA


Mãe de suspeito detida com arma
A Polícia prendeu, ontem, a mãe de um adolescente que é suspeito de assassinar a jovem Carla Rodrigues, 17. O crime ocorreu no começo da tarde da última terça-feira, no bairro Carlito Pamplona, na zona Oeste de Fortaleza. Segundo a Polícia, L.O.F. foi detida por esconder, na residência onde ocorreu o crime, a arma usada para matar a garota.


O homicídio aconteceu dentro de uma residência, no bairro Carlito Pamplona. O garoto suspeito fugiu FOTO: J. L. ROSA
De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), no dia do crime, a mãe do menor disse não saber onde estava a arma usada pelo filho. Ontem, porém, a Polícia fez novas buscas na residência e encontrou o revólver de calibre 38. Diante do flagrante, a acusada recebeu voz de prisão e foi encaminhada ao 7ºDP (Pirambu), onde confessou à Polícia que o filho realmente foi o autor do tiro que matou a jovem Carla Rodrigues.

O perito Ireudo Pereira afirmou ter encontrado várias lesões no corpo da garota, e uma perfuração a bala em seu braço direito. A bala atingiu a axila direita, o lado esquerdo do tórax e alojou-se no outro braço.

A acusada está presa na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap). O garoto suspeito do homicídio continua foragido, e a Polícia realiza diligências para apreendê-lo.

Outro caso
Um tiroteio ocorrido na tarde de ontem, na Avenida Almirante Henrique Saboia, a Via Expressa, deixou um homem morto.

O caso ocorreu no trecho próximo à Favela dos Índios, no Papicu. O homem assassinado não foi identificado. Dois suspeitos foram detidos e levados para o plantão do 2º DP (Aldeota). 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Gestante baleada em Maracanaú

CRUELDADE
Um jovem, acusado de tentar matar uma mulher grávida, foi preso, na tarde de ontem, no Conjunto Jereissati II, em Maracanaú. Ao ser capturado, Paulo Romário Fonteles de Sousa, o ´Romarim´, 19, confessou ter ido até a casa de Francisca Elizabeth Vasconcelos Ferreira, 30, para matá-la e também, que teria executado uma outra mulher, no começo deste ano.

´Romarim´ usou no crime um revólver calibre 38, com numeração raspada, que disse ser seu FOTO: FABIANE DE PAULA
Segundo informações da Polícia, Sousa foi convidado por um adolescente de 13 anos para cobrar uma dívida de R$ 100, possivelmente de drogas. Quando o executor chegou à casa da vítima, no bairro Alto da Mangueira, ela estava em um cômodo que dava acesso à rua.

´Romarim´ invadiu o lugar e atirou três vezes através da janela. A gestante foi atingida três vezes. Um dos disparos, considerado como o que agravou mais seu quadro clínico, a atingiu na altura da boca. ´Beth´ foi levada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), onde foi submetida a uma cirurgia. Seu quadro clínico é considerado grave.

Outra morte

Romário de Sousa confessou ter matado, com o mesmo revólver calibre 38, apreendido com ele ontem, uma mulher, com quem ele diz ter tido um relacionamento. Elisângela Faustino de Sousa, 29, foi assassinada no último dia 11 de janeiro, no bairro Piratininga, em Maracanaú. O assassino disse que o motivo teria sido passional. "Ela me traiu e eu gostava dela. Matei por isso". ´

Romarim´ foi preso pela equipe da Força Tática de Apoio (FTA) do Comando de Policiamento Metropolitano CPM).

Ex-presidiária e a mãe são fuziladas em casa

EXECUÇÕES SUMÁRIAS
A Polícia não descarta a hipótese de um crime de ´queima de arquivo´. A jovem era integrante de uma quadrilha detida
A Polícia já tem pistas para esclarecer um duplo assassinato ocorrido no começo da manhã de ontem, na zona Oeste de Fortaleza. Mãe e filha foram assassinadas dentro de casa.


Era começo da manhã de ontem, quando o rabecão da Perícia Forense recolheu os corpos das duas mulheres na casa delas, no bairro Quintino Cunha FOTO: VIVIANE PINHEIRO
O crime que vitimou a ex-presidiária Daysiane Duarte Lima, 19, mais conhecida por ´Daysinha´; e a mãe dela, Jovita Duarte Benigno, 38, conforme a Polícia, foi ordenado pelo traficante conhecido por ´Tranca´, que está preso no Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS). O crime ocorreu por volta de 5 horas de ontem, na Rua Vicente Luiz Rocha, 950, no bairro Quintino Cunha.

O comandante do 5ºBPM, tenente-coronel Francisco Souto, destacou que o provável motivo do crime é a disputa pelo controle do tráfico de drogas nos bairros Quintino Cunha, Vila Velha e Barra do Ceará. No local do crime, foram encontradas cápsulas de pistola calibre 9 milímetros, arma de uso restrito das Forças Armadas Brasileiras.

Investigação

Outra linha de investigação aponta que a jovem pode ter sido morta como ´queima de arquivo´. Em junho do ano passado, Daysiane havia sido presa juntamente com outras sete pessoas.

Os oito formavam uma quadrilha que estaria fortemente armada e planejava atacar bancos nas cidades da região Centro-Sul do Estado. Na ocasião, parte do bando foi preso em Acopiara e outra em Mombaça. Com os acusados foram apreendidas três metralhadoras, pistolas e muita munição.

Além de Daysiane, também foram capturados, naquela ocasião, seus comparsas Sâmia Maria da Silva Araújo, Felipe Dênis Carmo da Silva, Paulo Edson Silva Gonçalves, Hilton Arão Gadelha de Castro, Antônio Remildo Custódio Cazuza (que seria o chefe do bando), Rafael Martins de Andrade e Vicente Leite Sobreira. Posteriormente, Sâmia foi morta, a facadas, durante uma rebelião e tentativa de fuga na cadeia pública de Iguatu.

Na manhã de ontem, os criminosos arrombaram o portão de ferro da residência e em seguida a porta de alumínio, que dá acesso à sala. Mãe e filha foram mortas dentro de um dos quartos, onde também estava uma criança de colo do sexo masculino. O bebê ficou sob os cuidados de um familiar das vítimas. O corpo de ´Daysinha´ apresentava oito tiros. O perito Ireudo Pereira, da Coordenadoria de Criminalística (CC) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) fez levantamentos no local.

Jovita Duarte levou três tiros na cabeça. Os indícios apontam que ela foi morta porque tentou defender a filha.

Apesar da pouca idade, ´Daysinha´ respondia a processos por homicídio, formação de quadrilha e uso de entorpecentes.

FERNANDO BARBOSAREPÓRTER

No CE, câmeras flagram flanelinhas assaltando e agredindo homem

Crime ocorreu na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza.
Homens foram detidos e já confessaram o crime.Do G1 Ceará

Três flanelinhas foram presos após serem flagrados por câmeras de segurança agredindo e assaltando um homem na madrugada de sábado (16), na Avenida Bezerra de Menezes, zona oeste de Fortaleza. Um dos suspeitos estava armado com uma faca. Os três foram levados para o 7º Distrito Policial (7ºDP), no Bairro Pirambu.
A vítima da agressão recebeu pelo menos seis facadas. O momento do crime foi gravado por câmeras de vigilância presentes na avenida. Somente um dos homens não tinha antecedentes criminais. Os outros dois respondiam por roubo e furto.
A Polícia Civil investiga o caso e quer encontrar outras possíveis vítimas do trio. Os assaltantes já estavam agindo nos Bairros Otávio Bonfim e São Gerardo. A polícia pede, ainda, que quem já tenha sofrido alguma ocorrência por parte deste trio procure uma delegacia para que um inquérito seja aberto. Após a prisão, os três homens foram tranferidos para a o 3º Distrito Policial, no Bairro Otávio Bonfim.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Acusado de assaltos é morto a facadas por adolescente


Redação Web 

Discussão banal levou a crime

Um jovem de 21 anos, acusado de roubos, foi morto com 7 facadas em São Benedito, a 360 km de Fortaleza. Uma discussão banal com um adolescente de 17 anos resultou na luta corporal que findou com a morte da vítima por volta das 22h do último domingo (17).
Amilton Cordeiro da Silva, 21, era auxiliar de pintura e respondia judicialmente por roubos na região. Ele foi atingido com 5 perfurações no tórax, uma no abdômen e outra no braço esquerdo pelo adolescente identificado como F.R.S., de 17 anos. Amilton chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
Duas mortes registradas em bares do Interior
Duas pessoas foram mortas dentro de bares do Interior no último domingo, de acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI).
A primeira vítima foi o pedreiro Sidney Mota de Almeida, 35, que levou uma perfuração no lado direito do peito após discutir com seu agressor, Antonio Guderlândio de Souza, 25, em um bar do município de Saboeiro, a 430 km de Fortaleza. O crime ocorreu por volta das 18h30 de domingo.
Já em Iguatu, a 380 km da Capital, a doméstica Maiara Raquel da Silva, 23, foi atingida com um tiro no pescoço quando estava em um bar com o marido. Dois indivíduos em uma moto chegaram ao local e efetuaram disparos contra o estabelecimento. Um dos projéteis atingiu a vítima, que embora socorrida, não resistiu e foi a óbito.
Foram realizadas 29 prisões e 6 armas foram apreendidas no Interior do Estado no último domingo, afirmou o CPI.