sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Adolescente confessa ter matado a facadas jovem e idosa no Ceará

Jovem tentou abusar sexualmente dela e a atingiu com uma faca.
Ao tentar ajudar a neta a idosa também foi atingida.

Do G1 CE com informações da TV Verdes Mares
Um adolescente de 16 anos confessou na tarde desta quinta-feira (26) ter matado a facadas uma jovem de 19 anos e uma aposentada de 80 anos na última quarta-feira (25), no município de Jucás, a 407 km de Fortaleza.
Segundo a polícia as duas foram mortas a facadas por um adolescente que estava em Jucás vendendo produtos naturais na companhia de outros dois homens.
Polícia informou que a jovem estava em casa quando o adolescente entrou, tentou abusar sexualmente dela e a atingiu com uma faca. Ao tentar ajudar a neta a idosa também foi atingida. Elas foram socorridas para o Hospital Municipal de Iguatu mas não resistiram.  O delegado Jefferson Silva chegou a ouvir o depoimento da jovem enquanto ela ainda estava consciente.
“Ela me disse que somente uma pessoa havia entrado na casa, um adolescente de 13 ou 15 anos de idade. E que tinha feito toda a cena do crime. Por isso eu tinha certeza que os outros dois suspeitos não haviam participado efetivamente do crime”.
Familiares em choque
No velório familiares e moradores ainda estavam em choque. O autônomo,  Cícero Viana, disse que não acredita que algo tão terrível aconteceu com a adolescente, que conforme ele era uma pessoa educada e obediente aos pais. “Ela era um amenina linda e educada. obediente e não esperávamos que isso acontecesse com ela”, disse.
Abalada, a mãe da jovem, Maria do Carmo Nascimento, lembrou o amor que avó e neta tinham uma pela outra. Elas já moravam juntas há mais de 10 anos. “Acho que ela queria mais bem a vó do que de mim. Porque ela dizia que a vó era tudo para ela”, afirmou.
A polícia conseguiu chegar ao suspeito no mesmo dia do crime. Os outros dois homens que estavam com ele avisaram que ele estava com o pé machucado. A informação foi fundamental para localizá-lo. Segundo o delegado o adolescente já havia respondido medida sócio educativa aos 13 anos por um estupro em Iguatu.

Mulheres são detidas com dois revólveres em Sobral

Caixa eletrônico

TJ nega liberdade a acusado de roubo
A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus para André da Silva Lopes, preso por tentar arrombar caixa eletrônico, em outubro do ano passado, no bairro Pici, em Fortaleza. O relator do caso foi o desembargador Mário Parente Teófilo Neto
Baixio
Gate captura homem suspeito de tráfico
Uma patrulha do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), sob o comando do capitão Antônio Cavalcante, prendeu José Francisco Sales, 32, no município de Baixio. Com o homem os policiais encontraram drogas (maconha, crack e cocaína), além de balança de precisão.
Sobral
Mulheres são detidas com dois revólveres
Dois revólveres calibre 38 com cano reforçado e municiados foram apreendidos pela Polícia em uma casa na Rua Padre Franzone, bairro Sumaré, em Sobral. Duas mulheres foram presas na operação, que cumpria mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz André Teixeira Gurgel.
Assalto
Dupla é presa armada em Jericoacoara
Dois homens foram presos por policiais militares do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), na Vila de Jericoacoara. Segundo o major Océlio Alves, comandante do BPTur, Carlos Magno Vasconcelos e Augustinho Rodrigues estavam com um revólver para praticar assaltos.
Praia de Iracema
Blitz apreende 30 veículos na Capital
Uma operação do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) e Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), na noite de ontem, na Praia de Iracema, resultou em cerca de 30 veículos apreendidos com documentação irregular. A maioria das apreensões foi de motocicletas e motonetas.

Golpista abre empresas com documentos falsos

ALDEOTA

O suspeito tem dois nomes falsos e, pelo menos, três empresas abertas com essa documentação

Image-0-Artigo-1805764-1
Delegado Jaime Paula Pessoa, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações, disse que o suspeito pode ter enganado dezenas de pessoas e empresas. Com ele foram apreendidos documentos falsos, cheques e cartões
FOTO: HELENE SANTOS
Um pernambucano foi preso em Fortaleza tentando aplicar golpes no comércio local. Segundo o titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), Jaime Paula Pessoa Linhares, em poder do suspeito foram apreendidos duas carteiras de identidades com a foto dele e outros nomes, além de dezenas de cartões de créditos e folhas de cheques em branco.
De acordo com o delegado, a extensão do golpe ainda está sendo investigada, mas ele pode ter sido bem-sucedido por conta das facilidades oferecidas pelos próprios bancos para conseguir clientes e da fragilidade de certificação na obtenção dos documentos. O suspeito conseguiu duas carteiras de identidade com nomes falsos e abriu diversas empresas com elas.
Usando os nomes dessas empresas, ele buscou linhas de créditos nos bancos e conseguiu empréstimos, talões de cheques e cartões como pessoa jurídica. De acordo com Jaime Paula Pessoa, o suspeito identificado como Vlamir Gonçalves Teixeira, natural de Pernambuco, conseguiu que uma carteira de identidade com o nome falso de Wlamir Gonçalves Teixeira fosse expedida na Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas do Ceará. Ele trocou a letra 'V' por W do primeiro nome, mas disse, em depoimento, que estava com complicações advindas de dívidas e tentou recomeçar a vida com a nova identidade.
O suspeito confessa que pagou R$ 3 mil e entregou uma foto dele 3x4 a um homem que não sabe quem é, para adquirir o documento fraudado. "Isto tudo é mentira. Se ele quisesse recomeçar a vida, que fizesse isso da forma certa. Desde quando arranjar uma identidade falsa é um jeito de resolver problemas? Acreditamos que o documento já foi feito para que ele conseguisse dar o golpe nos bancos e pegasse o dinheiro", disse o delegado. Vlamir Teixeira ainda fez outro documento com o nome de Francisco Soares Nogueira.
Com as duas identidades falsas ele abriu as empresas TM Comércio de Alimentos LTDA, VGT Empreendimentos LTDA e Fogareiro Comércio de Alimentos. Em nome das empresas ele obteve talonário de cheques junto aos bancos e conseguiu obter empréstimos fraudulentos.
"Ele realmente adquiriu alguns equipamentos para fingir que os empreendimentos estaria prestes a funcionar, mas era parte do golpe. Emitiu diversos cheques pré-datados em nome das empresas e dos nomes falsos que ele tinha, enquanto pessoas físicas. Com certeza aparecerão vítimas cobrando as pagamentos destes cheques, porque, provavelmente, eles não terão fundos", disse Jaime Paula Pessoa.
No endereço onde Teixeira foi preso pela equipe da DDF, comandada pelo inspetor Paulo Florentino, na Rua Padre Valdevino, na Aldeota, foram apreendidas 141 folhas de cheque e 22 cartões magnéticos, emitidos por bancos e lojas.
Investigações
O delegado disse que irá investigar a esposa de Vlamir Teixeira e outra mulher, que eram sócias dele nas empresas abertas. "A prova é tamanha que não havia intenção dele em colocar os empreendimentos para funcionar, que a sede das empresas era no mesmo lugar. O mais provável é que elas soubessem que isto era uma fraude". Vlamir foi autuado por estelionato, falsificação de documento público e privado, falsidade ideológica e uso de documento falso.
Márcia Feitosa
Repórter

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Vídeo flagra agente prisional ajudando preso a fugir de cadeia; veja

Segundo a polícia, vigilante levou reeducando embora em seu próprio carro. Servidor temporário, que já era investigado por corrupção, foi preso em GO.
Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
Um agente prisional foi preso na quarta-feira (25) suspeito de ajudar um detento a fugir da Cadeia Municipal de Planaltina de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Câmeras de monitoramento da unidade flagraram o momento em que Valdivino Alves Silva liberta o preso e, em seguida, o leva embora em seu próprio carro, que estava estacionado na porta do presídio (veja vídeo).
O crime ocorreu na noite do último sábado (21). Até esta quinta-feira (26), o detento segue foragido.
No dia da fuga, as imagens mostram que um policial militar, que ajudava na segurança, vai embora, deixando Valdivino sozinho na cadeia. Minutos depois, o agente tenta mudar a posição da câmera de monitoramento e encobri-la com um saco plástico, mas não consegue e continua com o plano de fuga. O vigilante solta o preso e abre a porta que dá acesso ao pátio, onde o detento passa abaixado.
Segundo a polícia, Valdivino continuou a ajudar na fuga do lado de fora do presídio. Uma câmera externa mostra o servidor mudando o próprio carro do lugar que estava estacionado. Conforme a investigação, o objetivo era que ele não fosse flagrado colocando o preso dentro do veículo. A polícia afirma que, quando o agente aparece nas imagens indo embora dirigindo o carro, o reeducando já estava dentro do automóvel.
O agente prisional foi preso preventivamente assim que chegou para trabalhar na quarta-feira. Ele tinha contrato temporário e trabalhava há quase dois anos na cadeia. Durante esse período, sem saber, já era investigado por corrupção.
A polícia investiga se o PM que vai embora minutos antes da fuga e outro agente ajudaram o preso a ser solto. Se isso ficar comprovado, ambos responderão pelo crime de corrupção passiva.
Agente prisional é detido após ajudar na fuga de detento em planaltina de Goiás; veja vídeo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Valdivino foi preso quando chegava para trabalhar (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Três suspeitos são presos por morte de pastor evangélico

CENTRO

O trio se articulou para encontrar a vítima com o intuito de roubá-la. Houve discussão e um deles matou o religioso

Image-0-Artigo-1804737-1
Saturnino Araújo Angelin, 19; e Ronaltty Ferreira, 21, foram detidos logo após o crime, e o comparsa deles, na tarde de ontem
FOTOS: HELENE SANTOS
Image-1-Artigo-1804737-1
O veículo da vítima, um Kia Soul, foi roubado pelos acusados. Durante a fuga, quem conduziu o automóvel se chocou contra um poste e o trio fugiu a pé
Image-0-Artigo-1804816-1
Na manhã de ontem, os membros da igreja aguardavam a chegada do corpo de Francisco Darckson Silva. O sepultamento é hoje pela manhã
FOTO: HELENE SANTOS
Image-0-Artigo-1804864-1
No último domingo (22), Eduardo Vale Brito, 37, foi atacado por assaltantes em um automóvel no bairro Cidade dos Funcionários e acabou morto com um tiro
O fundador do Ministério Vale da Bênção, Darckson Silva Lira, que faria 53 anos no mês de setembro próximo, foi assassinado com 14 perfurações a faca, na madrugada de ontem. Três homens foram presos em menos de 24 horas após o crime. Com o caso, sobe para quatro o número de latrocínios (roubos seguidos de morte), na Grande Fortaleza, nos últimos cinco dias.
Por volta de 1 hora da madrugada, o pastor Darckson estava na Avenida Duque de Caxias e estacionou o veículo Kia Soul. Os três suspeitos entraram no carro e, após poucos minutos, o evangélico foi agredido com golpes de faca e arremessado para fora do carro. A população tentou ajudar acionando a Polícia.
As patrulhas da PM receberam a informação que o automóvel transitava no bairro Damas. Houve uma perseguição, que terminou em acidente. O suspeito que conduzia o automóvel perdeu o controle da direção e se chocou contra um poste. Ele e os comparsas fugiram a pé.
O trabalho dos policiais militares continuou e terminou na prisão da dupla Saturnino Araújo Angelin, 19 e Ronaltty Ferreira da Silva, 21, que respondem na Justiça, respectivamente, por dois crimes de assalto e o outro por receptação e porte ilegal de arma de fogo.
Na versão relatada pela dupla, Saturnino seria um amigo do pastor Darckson. O religioso teria passado na casa do suspeito, que entrou no carro e permaneceu no banco da frente do veículo, como passageiro.
Ronaltty teria ficado no banco traseiro e uma terceira pessoa, teria entrado no carro e realizado as perfurações na vítima. Em entrevista, Saturnino disse que esse outro homem obrigou a dupla a jogar o pastor para fora do carro e o ameaçou de morte caso os dois o levassem para o hospital. Neste momento, essa pessoa teria notado a presença da Polícia e mandou que Ronaltty e o amigo fugissem.
Os suspeitos relatam uma amizade com a vítima. "Ele ajudava a gente. Ele ia me deixar em casa quando eu saía do trabalho. Ele sempre ia me buscar. Eu marquei com ele, a gente se conhecia. Ele me chamou pra sair, ele me ajudava, pois o meu bebê vai nascer agora. Ele , também estava atrás, com o outro que falava para a gente levar ele para o Barroso", disse o suspeito à reportagem.
Diferente da versão da dupla, o responsável pelo caso e titular do 34º DP (Centro), delegado Romério Almeida, informou que houve um encontro entre o pastor e os suspeitos, na Avenida Duque de Caxias.
"O pastor tinha amizade com esses rapazes. Por volta da meia-noite, eles marcaram um encontro na Duque de Caxias e o pastor ficou aguardando eles chegarem. E logo em seguida, o pastor foi esfaqueado várias vezes, morto e jogado fora do carro. Os dois indivíduos fugiram do veículo. Houve o acionamento (da Polícia) por parte dos populares. Os policiais visualizaram o carro no bairro Damas, daí houve a perseguição e o veículo colidiu contra um poste. Eles fugiram a pé e logo em seguida foram encontrados.
O terceiro envolvido foi preso na tarde de ontem. José Marcio Fernandes Teixeira, 36, confessou o crime. Ele explicou aos policiais, durante o depoimento, que o Saturnino articulou com Ronaltty e com Márcio para roubar o pastor evangélico. O trio marcou um encontro com o religioso, mas houve uma discussão dentro do automóvel.
Darckson foi colocado no banco de trás, onde foi esfaqueado por Ronallty. Já o Márcio conseguiu fugir, mas foi capturado no Centro. O crime foi premeditado, pois Saturnino ligou para a vítima para marcar o encontro.
Segundo a Polícia, o 'Lorinho' (Saturnino) disse que já tinha amizade e mantinha encontros íntimos com o pastor. Queremos avançar nesses aspectos para sabermos o que realmente originou essa ação. Ele falou que teve relacionamento homossexual", disse o delegado Romério Almeida.
Líder religioso realizava trabalhos sociais na Capital
No Templo Central da Igreja Vale da Bênção, na Rua Goiás, no bairro Panamericano, os membros da igreja aguardavam a chegada do corpo do pastor Darckson. A maioria, ainda sem acreditar no ocorrido, permanecia defronte ao aparelho de TV colocado ao lado do palco onde o reverendo ministrava os cultos há 33 anos. Quando começaram a surgir os primeiros noticiários relatando o caso, a maioria caiu em prantos. Para a comunidade protestante, foi a perda de um líder religioso atuante entre os fiéis.
O missionário Charles Henrique, 24, disse que sempre procurou estar próximo do pastor. "Em 2012, ele se candidatou a vereador e eu ajudei na campanha. Ele dizia que era para eu casar com quem ele autorizasse e quando eu comecei a namorar apresentei a minha namorada, ele concordou e apoiou".
O pastor Anderson Pitombeira Sampaio, que congrega em uma das filiais da igreja, na Aldeota, citou os trabalhos sociais do reverendo. "Ele é natural de Senador Pompeu e trabalhava na pregação do Evangelho. Esse trabalho se estende e se manifesta de muitas maneiras, como resgate de pessoas do mundo das drogas e de vícios. Há pouco tempo, tivemos contato com uma dessas pessoas. É um dos testemunhos, uma das histórias que podemos contar de muitas, ao longo desses 30 anos de Ministério. Esse rapaz deu o testemunho que veio para Fortaleza e se perdeu, mas foi ajudado pelo pastor, que o levou para sua casa, o hospedou e no dia seguinte deu o dinheiro da passagem para que o rapaz retornasse ao seu município de origem. O trabalho de Darckson começou nas praças de Fortaleza, onde tirou pessoas das drogas e resgatava famílias", explica.
De acordo com o pastor Cleiton, a igreja também tem sede na Argentina. Ele também informou que cerca de 120 pessoas congregavam na igreja localizada no Panamericano.
Obra
A obra do reverendo foi estendida em cinco regiões do Brasil, mas também alcançou os Estados Unidos, onde ele foi pastor da Luso American Pentecostal Church. Ele também apresentou programas em dois canais televisivos. E ainda nos EUA, foi professor de Teologia Sistemática.
Já no Brasil, trabalhava em um programa de rádio há 20 anos. Em Fortaleza, o religioso recebeu menção honrosa na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e foi autor de dois livros. Atualmente, ele estava em Fortaleza, onde também trabalhava com rádio. Darckson era pai de dois filhos.
Quatro latrocínios em cinco dias
Com o caso do pastor sobe para quatro o número de latrocínios (roubo seguido de morte) no período de cinco dias, sendo, na Grande Fortaleza (Capital e Região Metropolitana). Além do religiosos morto ontem, também foram vítimas um tenente do Exército Brasileiro (EB), um bacharel de Direito e uma aposentada de 66 anos.
O penúltimo caso ocorreu no domingo (22), quando Eduardo Vale Brito, 37, foi atacado por assaltantes em um automóvel Celta preto enquanto fumava um cigarro. Ele tentou fugir para dentro de casa, mas um disparo atravessou o portão e atingiu a cabeça dele. Em outro caso, também no dia 22, o tenente do EB, Valzemir Gaspar de Sousa, 60, foi morto durante um assalto no bairro Carlito Pamplona. Já no último sábado (21), a vítima foi a aposentada Maria das Graças Nina, encontrada morta em um matagal em Itaitinga.
Religiosos
Nos últimos três anos, quatro religiosos foram vítimas de latrocínio em Fortaleza, sendo o penúltimo caso, um pastor da igreja Assembleia de Deus, Paulo César de Araújo, morto em assalto na Via Expressa.
Em 7 de abril de 2012, outro caso ocorreu no Genibaú. Em fevereiro do mesmo ano, a vítima foi o religioso Marcos Antônio de Souza Sobral, 46.
Jéssika Sisnando
Especial para Polícia

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Idoso é vítima de sequestro relâmpago em Horizonte

Durante tiroteio com a Polícia, duas garotas foram atingidas de raspão
Um homem de 70 anos foi vítima de um sequestro relâmpago na noite desta segunda-feira (23), no município de Horizonte. De acordo com informações da polícia, um homem de 21 anos, um adolescente e duas garotas fizeram parte do crime. Os suspeitos roubaram R$ 5 mil da vítima.  
O Soldado Eduardo Sousa da Força Tática de Apoio de Gaiúba, informou que grupo rendeu o comerciante, que não teve a identidade revelada, e o colocaram em um veículo modelo Siena e o levaram até Messejana . Policiais do Ronda do Eusébio perceberam a movimentação e houve tiroteio com os sequestradores. Na ação duas garotas que estavam no veículo foram atingidas com tiros de raspão. Uma delas, de 12 anos de idade, foi encaminhada para o IJF, a outra conseguiu escapar.
Os policiais desconfiam que os sequestradores haviam recebido informação prévia de que o comerciante estaria com a quantia que seria utilizada para fazer pagamentos. 
Na operação, os policiais apreenderam o menor e prenderam Leandro Hebert Coelho, de 21 anos. O comerciante passou mal, mas foi socorrido e não sofre risco de morte. 

Bando sequestra família de gerente

BB DE MISSÃO VELHA
Image-0-Artigo-1802992-1
A família do gerente ficou em cárcere privado, enquanto ele ia ao banco sob ameaça de dois criminosos
Um grupo formado por cerca de cinco homens sequestrou a família do gerente do Banco do Brasil de Missão Velha, na Região do Cariri, e praticou um assalto à agência, na manhã de ontem. A modalidade de roubo é conhecida na linguagem policial como 'sapatinho'. De acordo com a Polícia, o gerente e seus familiares foram liberados pelos assaltantes momentos após o bando tomar pegar o dinheiro no banco.
Conforme o inspetor Lucivânio Barbosa, da Delegacia Municipal de Missão Velha, o sequestro teve início na noite do último domingo (22). Ainda não se sabe em quais circunstâncias a quadrilha teria invadido a residência, porque as vítimas ainda não foram ouvidas. A família permaneceu em cárcere privado, em um cativeiro na cidade de Juazeiro do Norte, até a manhã de hoje, por volta das oito horas.
"Por enquanto, somente um funcionário do banco que conversou com o gerente foi ouvido. As vítimas ainda se recuperam do trauma sofrido e ainda não se sentem preparadas para relatar a situação que viveram", declarou o inspetor.
A quantia levada pelos criminosos ainda não foi divulgada. "Eles chegaram à agência como clientes normais. Estavam acompanhados pelo gerente e não levantaram nenhuma suspeita. Quando pegaram o dinheiro foram embora sem serem reconhecidos", disse Barbosa.
O titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Villarinho, disse que somente o gerente foi levado do cativeiro até Missão Velha. As outras vítimas permaneceram em Juazeiro do Norte como garantia de que o saque seria feito no cofre da agência pelo funcionário.
Levantamentos
"Por enquanto, ainda não temos suspeitos. Estamos fazendo levantamentos na cidade e buscando as imagens de circuito interno de segurança da agência e de estabelecimentos próximos, para tentarmos reconhecer os criminosos que foram até o banco", disse Villarinho, que determinou o deslocamento de equipes da DRF até Missão Velha.
Segundo a Polícia, os dois homens que acompanharam o gerente até o banco fugiram em um veículo branco em direção ao município de Barbalha.
Patrulhas do Comando Tático Rural (Cotar) estão fazendo buscas aos suspeitos com apoio da equipes da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga (Ciosac) e do Grupo de Apoio Tatico Itinerante (Gati), da PM de Pernambuco, na fronteira do Crato com o município de Exu.